Pesquisas

Festival do Gato: 17 de fevereiro

Festival do Gato: 17 de fevereiro


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Festa do gato, Nasceu na Itália em 1990, mas certamente não é uma invenção recente, nem italiana. Lá Festa do gato para os egípcios era praticamente o ano todo e mesmo os etruscos e os romanos certamente não desprezavam esse animal, mesmo que os Festa do gato não existia ainda. Mas como deixar de reconhecer o seu valor, já na altura, tanto pelo grande serviço de “perseguir ratos” como pela sua companhia astuta e ao mesmo tempo constante e silenciosamente afectuosa?

Festa do gatoé uma ideia de Claudia Angeletti, jornalista e acima de tudo amante de gatos. Em 1990 chegou a convocar um referendo entre seus leitores para "colocar" o Festa do gato, convencido de ter que ter um determinado símbolo para resgatar a fama deste felino muitas vezes subestimado. Gatos e amantes de gatos, curiosos e empreendedores, fanáticos pelo direito ao voto, muitos responderam, mas a ideia vencedora partiu de um certo Oriella Del Col. La Festa do gato, Portanto. passou a 17 de fevereiro e este ano estamos na 25ª edição.

Porque em fevereiro o Festa do gato? Porque é o mês de Aquário e todo gato, se pudesse escolher um ascendente, apontaria o dedo para este signo. Não, não: não só porque há peixes gulosos no aquário para agarrar com as patas, mas porque o aquário identifica espíritos livres e inconformistas. Os espíritos do "gato". Lá Festa do gato só poderia ser em fevereiro.

Porque o 17 la Festa do gato? Muitas vezes acusados ​​de serem portadores da desgraça, e tão irônicos e zombeteiros, os gatos apreciariam a escolha desse número. Número que também lembra a famosa história das 7 vidas: 17 torna-se na verdade “1 vida 7 vezes”!

Orgulho de ter o Festa do gato, e por um quarto de século, não podemos negar que um pouco mais ao sul, no Egito, eles pensaram nisso cerca de 4.500-4.000 anos atrás para adorá-los e domesticá-los. Lá Festa do gato não era 17 de fevereiro, não havia fevereiro e, quem sabe, talvez ainda não fosse tão cheio de significados. Mas havia a Deusa Gato: a deusa Bast (ou Bastet). Ela foi a protetora dos gatos e daqueles que agora chamamos de "gata", ela foi particularmente celebrada em Bubastis e freqüentemente retratada como uma 100% gata ou como uma mulher com cabeça de gato.
Também no Egito, a pupila do gato foi muito apreciada: relembrando as fases da Lua, piscava muito explicitamente para criaturas misteriosas e sensíveis, pelo menos para manifestações magnéticas e elétricas, para o resto ... depende de qual Lua é o gato em questão. Tenho certeza de que os donos dos gatos concordarão comigo. Para os egípcios o gato era mesmo uma paixão, estava lá Festa do gato a cada dia e a cada hora, tanto que também o idealizaram pelo seu enrolamento, tornando-o uma imagem símbolo de meditação. Não por preguiça, hein! Ouça, ouça. Só para exagerar, o gato era sagrado para o Sol e Osíris, o gato era sagrado para a Lua e Ísis.

Não faltam evidências de simpatia pelos ancestrais dos nossos gatos também pelas populações dos países árabes, e pelos Norte da Europa onde Freya, deusa do amor e da beleza, tinha o gato entre seus animais simbólicos. Quem sabe se a festa de Freya foi algum tipo de Festa do gato?Não é indiferente ao charme felino também Etruscos e romanos que com um espírito pragmático, fez deste animal um herói no trabalho, como uma arma contra ratos. Índia não se detém diante do bigode e do sorriso felino e se exibe a deusa Shasti, com suas características, para incorporar fertilidade e maternidade.

A forma do gato também chega aos altares russos, com Domovoy protetor da casa, e sempre na casa, escolhido como um clássico preguiçoso, o gato pairava na Finlândia onde apareceria entre os espíritos domésticos mais respeitados. Se não protege ele, a casa, quem? Transformador e agente duplo, só para ser um pouco venerado, antes do nosso Festival do Gato, na China nosso amigo de quatro patas se tornou o protagonista das danças agrárias e protegia os campos, entre os índios o gato, porém selvagem, tinha até ganhado a fama de símbolo de reflexão, engenhosidade e astúcia.

Resta indiscutível que, não apenas o dia do Festa do gato, este animal tem encanto, um fascínio misterioso, que lembra poderes mágicos, sobrenaturais, que nos impedem de ignorá-lo. Sim, ele tem essa habilidade inata e merecia uma festa própria. Eventos artísticos e de bem-estar animal se espalham por todo o país, mas para comemorar de verdade, sugiro que você se coloque no lugar dele. Não é a melhor maneira, muitas vezes, de entender melhor as necessidades e pensamentos das pessoas que amamos?
Aqui então, para os amantes de gatos, válido para o Festival do Gato, para ser reciclado para o Carnaval em puro espírito verde. E também para o Halloween 2019, se desejar, uma máscara de Lady Black Catwoman. Para quem não tem meias medidas, há também o kit completo da Mulher Gato, para um dia 100% gato.
Para quem quer se sentir solidário com os felinos, no Festival do Gato, mas não quer chamar muita atenção, aqui está um belo rabo de gato preto em pelúcia e até moldável. Então você pode escondê-lo uma vez no escritório, para extraí-lo quando houver necessidade de "arranhar" o colega, ou ronronar o chefe.Mas se você realmente não pode ou não quer se colocar no lugar do gato, na festa dele, literalmente, você pode estudá-lo à distância. É necessário um pouco de esforço, pelo menos no Festival do Gato, lendo O Grande Livro dos Gatos. Recomenda-se também começar a amá-lo, para quem ainda não entendeu, o que ele é inevitável acabar sendo fascinado por ele.

Se você gostou deste artigo sobre animais, continue me seguindo no Twitter, Facebook e ... em outros lugares você tem que me encontrar!

Outro artigo que pode interessar a você:Todas as raças de gatos.


Vídeo: 17 de fevereiro dia mundial dos gatos (Junho 2022).