Entrevistas

Macrolibrarsi nos convida para a Fazenda da Autossuficiência

Macrolibrarsi nos convida para a Fazenda da Autossuficiência


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Macrolibrarsi depois de mais de 10 anos, também se torna um lugar físico, agrícola e "verde". Torna-se acampamentos e cursos educacionais, workshops e comida genuína. Ele inventou a Fazenda da Auto-suficiência e o jovem criador nos conta sobre isso Francesco Rosso. Ele está localizado nos Apeninos Romagna, na orla do Parque Florestal Casentinesi, com uma vista deslumbrante digna de Macrolibrarsi, dentro da comunidade montanhosa dos Apeninos Cesenate (Bagno di Romagna).

1) Quando nasceu esta Fazenda Macrolibrarsi e onde está localizada?
O projeto Fazenda Auto-Suficiente nasceu em 2009, quando Macrolibrarsi, decidiu comprar cerca de 70ha de terra nos Apeninos Romagna, na orla do Parque Florestal Casentinesi, um lugar maravilhoso.Macrolibrarsi Lida com o bem-estar do corpo, mente e espírito há mais de 10 anos e optou por uma paisagem deslumbrante e uma natureza parcialmente intocada.

2) Com qual missão Macrolibrarsi foi concebido?
A missão da Fazenda retoma a de Macrolibrarsi. O objetivo é viver em um mundo de pessoas conscientes e saudáveis. ComMacrolibrarsi, por meio da cultura trabalhamos a conscientização, na fazenda o objetivo é transformar a consciência em realidade. Então, aqui é um lugar onde cultivamos com respeito pela natureza, onde nos alimentamos de forma saudável com alimentos de produção própria, onde edifícios verdes produzem mais energia do que consomem. Macrolibrarsi criou um ponto de encontro onde as disciplinas holísticas podem ser exploradas e o verdadeiro elo entre o homem e a natureza pode ser redescoberto.

3) Por que você escolheu focar na permacultura?
permacultura se encaixa perfeitamente com o que é o projeto de Macrolibrarsi uma vez que trata da criação de assentamentos humanos sustentáveis ​​ao longo do tempo. Este é exatamente um dos nossos objetivos na Fattoria. Crie um grande ecossistema onde a racionalização de recursos esteja no centro das decisões.

4) Como você lida com isso?
Projetamos La Fattoria através de um "modelo detalhado" tentando seguir os princípios de permacultura, observando processos naturais para otimizar a nossa intervenção, minimizando o uso de recursos não renováveis ​​e impactando a tecnologia. Nós particularmente valorizamos o biodiversidade por isso temos muitas culturas diferentes: cereais, hortas, pomares, sebes, plantas aromáticas, lagoas, bosques, floresta alimentar, estufa. Não faltam pastagens com animais livres para coçar e correr e obviamente áreas totalmente não contaminadas como prevê a permacultura.

5) Você também faz cursos e workshops, com o Macrolibrarsi, sobre isso?
Este é o quarto ano que organizamos um permacultura na Fazenda: duas semanas intensivas com cerca de trinta pessoas incluindo participantes, professores e wwoofers (voluntários). Isso cria um grupo de pessoas movidas por valores comuns e a atmosfera é sempre espetacular. As pessoas terminam o curso com todas as aptidões para poderem desenhar um espaço de permacultura que seja a sua casa, a sua empresa, a sua cidade ou o seu sonho. A Fazenda com Macrolibrarsi também organiza cursos mais curtos e específicos sobre agricultura sinérgica, floresta de alimentos, energias renováveis ​​e autoconstrução.

6) Qual a resposta que você tem do território, para a permacultura e sobre as questões que a Microlibrarsi já trata?
Estamos nos primeiros anos de experimentação - as plantas estão crescendo, estamos agora renovando as primeiras ruínas, ainda não somos independentes do ponto de vista energético - e ainda não há provas tangíveis do que queremos comunicar. Estamos em observação e há muita curiosidade. Paradoxalmente a gente tem mais interação com gente do exterior do que da região, mas acho que nos próximos anos vai haver uma reversão e poderemos envolver comunidades locais.

7) Como é possível colaborar com você e / ou passar tempo com você?
Dentro de 1-2 anos, devemos inaugurar o novo bio-fazenda, atualmente em construção. Hoje é possível participar de cursos e dia aberto que periodicamente organizamos e oferecemos trabalho voluntário através da organização Wwoof Italia.

Se você gostou dessa entrevista, continue me seguindo também no Twitter, Facebook, Google+, Pinterest e ... em outros lugares você tem que me encontrar!


Vídeo: Webinário Enegrama: a ponte entre a Personalidade e a Essência. com Tatiane Guedes (Pode 2022).


Comentários:

  1. Jum

    Você está errado. Tenho certeza. Eu sou capaz de provar isso. Escreva-me em PM.

  2. Vukinos

    E está quente na Crimeia agora) e você?

  3. Aldric

    Eu acredito que você está errado. Tenho certeza. Eu proponho discutir isso.

  4. Cuetzpalli

    Não desanime! Mais alegremente!

  5. Benecroft

    Espero que você encontre a solução certa.

  6. Tabei

    Urgentemente, vendemos trilhos R-50, R-65 de segunda mão, o grupo de desgaste 1, usamos até 3 mm, para re-exibir na estrada. Não é um pé de cabra!



Escreve uma mensagem